segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Defederico chega a São Paulo e quer seguir os passos de Tevez no Timão




O meia argentino Matías Defederico desembarcou na manhã desta segunda-feira no aeroporto internacional de Cumbica, em Guarulhos, na região da Grande São Paulo. O atleta seguiu direto para o Parque São Jorge. À tarde, ele será examinado. A apresentação oficial, como novo reforço do Corinthians, está marcada para as 11h de terça-feira na sede do clube.


Assim que desembarcou, Defederico já recebeu a camisa do Corinthians. Contrato será de quatro anos


Ex-jogador do Huracán, ele chega com status de nova promessa do futebol argentino. E mesmo antes de vestir a camisa do Timão, já é comparado a Carlitos Tevez, estrela corintiana na campanha do título brasileiro de 2005 e que hoje defende o Marchester City (ING). No Corinthians, Defederico usará o mesmo número 10 que foi de Tevez. - Tomara que eu possa fazer o mesmo que o Tevez. Sou rápido, habilidoso e tenho muita garra.

Meia argentino passará por exames à tarde


Matías assinou contrato de quatro anos com o Corinthians, que pagou US$ 4 milhões (R$ 7,3 milhões) ao Huracán por 80% dos seus direitos. Os outros 20% continuam com o empresário Alejandro Bouza. Após longa novela, já que os dirigentes argentinos fizeram jogo duro para liberá-lo, Defederico voltou a dizer que poder jogar ao lado de Ronaldo pesou na sua decisão. - É um sonho jogar com o Ronaldo e isso foi importante para eu aceitar. A sua estreia deve ser no próximo dia 2, contra o Santos, no Pacaembu. O jogo será um dia após o aniversário de 99 anos do Timão. É o primeiro presente para a Fiel no centenário corintiano.

domingo, 23 de agosto de 2009

CORINTHIANS 3 X 3 BOTAFOGO

Apesar das falhas de Arílson, o duelo alvinegro também foi marcado por belos gols em cobranças de faltas (Marcinho para o Corinthians e Lúcio Flávio para o Botafogo). Mesmo assim, as equipes deixaram o estádio paulista reclamando da atuação do apitador, que se envolveu em, pelo menos, três lances polêmicos que poderiam mudar o resultado final.

Na primeira etapa, aos 28min, os botafoguenses reclamaram de um pênalti cometido por Moradei em uma disputa pelo alto com Victor Simões. Já na etapa final, mais movimentada que os primeiros 45 minutos, o ex-são-paulino André Lima usou a mão para desviar um cruzamento e vencer o goleiro Júlio César. Logo em seguida, Jorge Henrique caiu na área e o árbitro assinalou pênalti, revoltando novante os cariocas.

Com a igualdade, após estar em vantagem três vezes no jogo, o Corinthians deixa escapar a chance de voltar ao grupo dos quatro primeiros colocados e segue na sexta posição, agora com 32 pontos. Já o ameaçado time de General Severiano tem 11 a menos e é o antepenúltimo do Brasileiro, à frente apenas de Sport e Fluminense.

No reencontro com seu torcedor, o Corinthians foi dominado pelo Botafogo nos primeiros minutos e viu a equipe carioca assustar em finalizações dos ex-são-paulinos André Lima e Juninho. No entanto, em uma jogada individual, quem abriu o placar foram os mandantes. No final da etapa inicial, aos 42min, Dentinho deixou os marcadores para trás e foi derrubado por Léo Silva dentro da área. Na cobrança do pênalti, o mesmo atacante deslocou Castillo e estufou as redes.

Porém, a festa corintiana nas arquibancadas durou poucos minutos, apenas o restante do primero tempo e durante o intervalo. Isso porque com 2min após o reinício, Lúcio Flávio bateu escanteio pelo lado direito e Reinaldo subiu entre os defensores rivais para usar a cabeça e empatar o duelo. Da mesma forma que foi surpreendido, o time de Mano Menezes teve resposta rápida e voltou a ficar à frente aos 6min, em cobrança perfeita de falta de Marcinho, que parou no ângulo esquerdo de Castillo.

A polêmica em relação à arbitragem aumentou aos 15min do segundo tempo, quando Alessandro foi ao fundo e cruzou para André Lima desviar para as redes antes de Júlio César, mas usando a mão esquerda. Dando sequência aos erros, Jorge Henrique caiu na área e foi atendido pelo baiano com a marcação de um pênalti, que ainda teve o cartão amarelo para Thiaguinho. De novo na bola, Dentinho parou em defesa de Castillo, mas pegou o rebote e marcou o terceiro.

Desta vez, quem atrapalhou foi o auxiliar, que levantou a bandeira alegando posição irregular do goleiro botafoguense, mas o gol foi confirmado por Adílson. No entanto, aos 34min, a vitória corintiana foi impedida por um belo chute de Lúcio Flávio, que acertou o ângulo da meta paulista e deu números finais ao placar.

Redação Terra


Até que o Time se comportou bem ,diante de tantos desfalques Felipe,Chicão,Alessandro,Ronaldo,Edú,wiliam,Balbuena e das improvisações imagina este time quando estiver jogando completo com os titulares e os futuros contratados ,valeu garotada ainda ha tempo de se recuperar .

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 3 X 3 BOTAFOGO

Local: Estádio do Pacaembu, em Sao Paulo (SP)
Data: 23 de agosto de 2009, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação (BA)
Assistentes: Alessandro de Matos (Fifa-BA) e Luiz Carlos Teixeira (BA)
Cartões amarelos: Jucilei, Jean, Elias, Dentinho (Corinthians); Wellington, Léo Silva, Victor Simões, Thiaguinho (Botafogo)
Gols: CORINTHIANS: Dentinho, aos 43 minutos do primeiro tempo; Marcinho, aos 6, e Dentinho, aos 26 minutos do segundo tempo; BOTAFOGO: Reinaldo, a 1, André Lima, aos 14, e Lucio Flavio, aos 33 minuto do segundo tempo

CORINTHIANS: Júlio César; Jucilei, Paulo André, Jean e Marcinho (Diego); Moradei (Bill), Elias e Morais; Jorge Henrique, Henrique (Souza) e Dentinho
Técnico: Mano Menezes

BOTAFOGO: Castillo; Wellington, Juninho e Léo Silva (Reinaldo); Alessandro, Leandro Guerreiro, Fahel, Lucio Flavio e Michael (Thiaguinho); Victor Simões e André Lima (Renato)
Técnico: Estevam Soares

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Internacional 1 x 2 Corinthians na raça e com uma forcinha do juiz


Corinthians vence Inter e volta a comemorar no Beira-Rio

Internacional e Corinthians voltaram a se enfrentar no Beira-Rio 50 dias depois de decidirem o título da Copa do Brasil, conquistado pelo time paulista. Nesta quarta-feira, apesar de muitas mudanças na escalação dos dois times, o mesmo time acabou comemorando no final. Ao invés do empate e do título, o Corinthians volta para São Paulo com uma vitória por 2 a 1 e com chances renovados de brigar pelo sua terceira conquista no ano.


O Internacional admitiu que tinha um gostinho especial para a revanche após a decisão conturbada que teve DVD com erros pró-Corinthians divulgados para a imprensa e até um princípio de confusão entre D'Alessandro e William.

Mas nem os dois estavam em campo para reaviver um pouco da tensão da finalíssima. Do lado do Inter, dos 11 titulares desta quarta, apenas três começaram a decisão: Lauro, Bolívar e Guiñazu. Danilo Silva, Andrezinho e Alecsandro, reservas no dia 1º de julho, começaram entre os 11. Do lado corintiano, Chicão, Elias, Jorge Henrique e Dentinho estiveram desde o início nos dois jogos. Jean, reserva naquele empate em 2 a 2, substituiu o capitão William.

Assim como no jogo de julho, o Corinthians começou melhor e saiu na frente. Depois de uma confusão na área, a bola acabou sobrando para Jean e Chicão na pequena área. O camisa 3 esticou o pé e completou para o gol, mas quem teve o gol computado pela arbitragem foi Jean. No lance, os dois corintianos estavam quase um metro em posição de impedimento.

Diferentemente da final, o Inter conseguiu se recuperar antes da virada do tempo. Pressionando mais e encurralando o Corinthians a partir da metade da etapa, o Inter empatou com Alecsandro (o mesmo que fez os dois gols colorado na decisão da Copa do Brasil), que se posicionou entre Chicão e Jean e, em impedimento,cabeceou sem marcação para o fundo do gol defendido pelo estreante Rafael Santos.

Na volta para o segundo tempo, o jogo continuou igual. Enquanto o Corinthians perdeu chances em contra-ataque de Dentinho e em de chute fora da área de Jorge Henrique, o Inter chegou com perigo, novamente, com Alecsandro, referência do ataque colorado.

Mas a estratégia corintiana deu certo no fim. Com uma roubada de bola no meio-de-campo, Elias, Dentinho e Jorge Henrique, construíram a jogada que terminou definindo a vitória paulista. E que deverá dar pano para muita reclamação. Elias serviu Dentinho na lateral, que cruzou para o meio da área. Jorge Henrique, em posição duvidosa, completou para o gol quando o relógio já marcava 42min.


FICHA TÉCNICA


Internacional 1 x 2 Corinthians

Gols
Internacional: Alecsandro, aos 34min do primeiro tempo
Corinthians: Jean, aos 10min do primeiro tempo e Jorge Henrique, aos 42min do segundo tempo

Ponto Forte do Internacional
Jogadas aéreas para o Alecsandro na área. O atacante do Inter ganhou todas

Ponto Forte do Corinthians
Contra-ataques e jogadas rápidas do ataque corintiano

Ponto Fraco do Internacional
Inter teve problemas na hora de finalizar. Além da dificuldade para concluir, quando conseguia errava o alvo

Ponto Fraco do Corinthians
Muitos erros de passe

Personagem do jogo
Jorge Henrique, lutou muito e teve oportunismo para marcar mais uma vez no Beira-Rio

Lance polêmico
Os dois gols do Corinthians vão gerar polêmica. No primeiro, Jean e Chicão estavam adiantados no bate-rebate na área. No segundo, Jorge Henrique recebe cruzamento de Dentinho em posição duvidosa.

Lance bizarro
Alecsandro foi o dono das finalizações do Inter, mas em pelo menos três delas errou a bola e acabou furando o chute.

Esquema Tático do Internacional
4-4-2
Lauro; Danilo Silva, Bolívar, Sorondo e Marcelo Cordeiro; Sandro, Guiñazú, Giuliano e Andrezinho; Bolaños (Marquinhos) e Alecsandro. Técnico: Tite

Esquema Tático do Corinthians
4-3-3
Rafael Santos, Jucilei, Chicão, Jean e Marcinho (Paulo André); Moradei, Elias e Morais (Jadson); Jorge Henrique, Henrique (Bill) e Dentinho. Técnico: Mano Menezes

Cartões Amarelos
Internacional: Bolaños, Bolívar e Marcelo Cordeiro
Corinthians: Jucilei, Jorge Henrique, Dentinho e Paulo Henrique

Árbitro
Wagner Tardelli

Local
Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Fonte Site Terra

domingo, 16 de agosto de 2009

Corinthians 2 x 0

Sob o olhar de Ronaldo, Corinthians encerra tabu e vence Atlético-MG

O Corinthians encerrou a série negativa no Campeonato Brasileiro. Depois de cinco jogos sem vencer, o time de Mano Menezes jogou bem e venceu o Atlético-MG por 2 a 0, sem sobressaltos. O jogo foi acompanhado por Ronaldo, que esteve nas tribunas do Pacaembu e foi embora na metade do segundo tempo.


O resultado faz o Corinthians encerrar o turno com 28 pontos, nove a menos do que o líder Palmeiras. Já o Atlético-MG, que liderou boa parte do campeonato, vira o turno fora do G-4, na quinta posição, com 32 pontos, e não tem mais chances de ser campeão da primeira metade do Brasileiro.

Desde o início o Corinthians mostrou uma postura diferente dos últimos jogos, com a mesma pegada dos tempos de Campeonato Paulista e Copa do Brasil. Nem a lesão de Edu, aos 20min do primeiro tempo, impediu a boa partida corintiana.

O Atlético-MG, com vários desfalques, teve dificuldade para articular o ataque. Mesmo assim, criou a primeira chance perigosa com Diego Tardelli, que aproveitou uma sobra do goleiro Felipe e chutou para o gol vazio. Edu salvou quase em cima da linha.

O Corinthians, consciente e com um esquema 3-5-2, manteve o domínio do meio-campo. O atacante Henrique quase fez seu primeiro gol com a camisa do time paulista, mas teve seu lance anulado pela arbitragem.

Aos 25min, não teve jeito. Depois de boa troca de passes na intermediária, Dentinho recebeu pelo lado esquerdo do ataque, chutou e contou com o desvio de Werley para fazer 1 a 0.

O Atlético-MG ainda teve de usar o goleiro Edson, que entrou no lugar do machucado Bruno. O terceiro goleiro atleticano teve de segurar uma pressão corintiana no final do primeiro tempo.

A segunda etapa foi melhor ainda para os comandados de Mano Menezes. Logo aos 5min, Henrique roubou uma bola no meio-campo e rolou para Boquita. Da entrada da área, o jogador acertou um lindo chute e fez o golaço. A bola foi no ângulo direito de Edson.

Com o placar praticamente consolidado, o Corinthians segurou o jogo e Mano Menezes fez algumas alterações no time. Já sem Ronaldo nas tribunas, o time tocou a bola e apenas esperou o apito final de Leandro Vuaden para comemorar a vitória da reabilitação no Campeonato Brasileiro.

Fonte Site Terra

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Luz no fim do Tunel



Matias Frederico o novo messi

A intenção do Corinthians é apresentar Defederico na próxima semana. Considerado o “novo Messi” na Argentina, o garoto de 20 anos provavelmente usará o Timão como vitrine, principalmente no ano do centenário e por jogar ao lado de Ronaldo. O contrato proposto pelo Timão é de três anos.

Lateral esquerdo Sylvinho

Em busca de um lateral-esquerdo para suprir a ausência de André Santos, negociado com o Fenerbahçe (TUR), o Corinthians está próximo de fechar a contratação do veterano Sylvinho. Dispensando recentemente pelo Barcelona (ESP), o jogador está apalavrado com o Timão e pode ser apresentado já na próxima semana.

Atacante Wagner Love

Segundo o blog do Neto, representantes do atacante Vagner Love terá uma reunião nesta quinta-feira com o vice de futebol do Corinthians, Mário Gobbi.
A contratação ainda é um sonho, mas o encontro desta quinta pode deixar as partes mais próximas de um acordo. Love sonha em jogar a Copa do Mundo de 2010 e uma volta ao Brasil seria fundamental para isso acontecer.

Fernandinho

Um dos destaques do Barueri no Campeonato Brasileiro, o atacante Fernandinho está em negociação para defender o Corinthians na próxima temporada. Quem confirma é o diretor de futebol do Timão, Mário Gobbi. Na última quarta-feira, ele esteve em contato com o clube da Grande São Paulo e fez proposta salarial ao jogador. - O Fernandinho interessa ao Corinthians. Estive na quarta-feira em Barueri, conversei com o procurador dele, fiz proposta salarial ao jogador e ofereci um contrato de três anos. Agora estamos à procura de um parceiro que esteja interessado investir – explicou o dirigente da equipe do Parque São Jorge.

************
Eu acho que até final de agosto e começo de setembro o timão vai voltar a dar alegria a nossa Fiel torcida .

A lipo do Fenomeno

domingo, 9 de agosto de 2009

Flamengo 1 x 0 Corinthians

Dentre os hábitos de Adriano está lamentar cada chance perdida com cascudos. Neste domingo, ele distribuiu socos contra a própria cabeça em diversas ocasiões. Mas no fim as penitências deram resultado e o atacante saiu como herói da vitória do Flamengo por 1 a 0 sobre o Corinthians, no Maracanã.

O décimo gol no Campeonato Brasileiro deixa o Imperador na artilharia. E a vitória no duelo das maiores torcidas do país, na 18ª rodada, leva o Rubro-Negro aos 27 pontos e, pelo menos até o fim dos jogos das 18h30m, na sétima posição.
Desfigurado pela janela de transferências e por contusões, o Corinthians completa o quinto jogo sem vitória e cai para a décima posição, com 25 pontos.

Apesar do desfalque do aguardado Ronaldo, que está com a mão fraturada, a torcida rubro-negra compareceu em bom número ao estádio. Foram mais de 49 mil presentes e muito deboche ao atacante corintiano. No fim, surgiu a faixa: Fenômeno é o tamanho da nação.

O próximo compromisso do Flamengo no Brasileiro será no domingo contra o Grêmio, no estádio Olímpico. Mas antes, na quarta-feira, a equipe inicia a caminhada na Copa Sul-Americana contra o Fluminense.



Fora da competição internacional, o Corinthians terá a "semana cheia" e descansa para enfrentar o Atlético-MG, domingo, no Pacaembu.



Fla domina, mas não marca

Situação rara nos últimos anos, o Flamengo entrou em campo com dois atacantes e um apoiador. A aposta era no poder de decisão do trio Petkovic, Emerson e Adriano. Logo aos três minutos, o Imperador recebeu na área de Kleberson, cortou para a esquerda e bateu cruzado. Emerson se esticou, mas a bola foi para fora.

O mesmo Adriano teve outra chance aos 13, mas o chute saiu fraco e à direita do gol de Felipe. Desfalcado de cinco titulares, o Corinthians demorou a se encontrar. Aos 17, Chicão cobrou falta frontal e Bruno saltou para defender sem dar rebote. Mas aos 20, o goleiro rubro-negro precisou das pernas para salvar o chute de Dentinho. Na sobra, Edu carimbou a zaga.

Apesar de algumas tentativas, o Flamengo teve dificuldades para criar por causa da boa marcação individual de Jucilei em Pet. Por isso coube a Emerson servir Adriano aos 35. Mas o atacante cabeceou por cima do travessão e perdeu uma chance clara.



Adriano dribla tarde ruim e vira herói

A tarde não parecia de Adriano. Aos dois minutos do segundo tempo, Willians fez ótima jogada pela esquerda, cruzou e bastava o Imperador encostar o pé direito na bola para abrir o placar. Mas em vez de a bola, quem parou nas redes foi o atacante. Ele olhou para o alto e pediu inspiração.

Aos 12 minutos, o desejo virou ordem. Kleberson bateu rasteiro, a bola desviou e sobrou para Adriano bater de virada e acertar o canto esquerdo de Felipe: 1 a 0.

Apesar da desvantagem no placar, o Corinthians não se lançou à frente e tampouco incomodou. A chance seguinte foi de Adriano, aos 25. Kleberson cruzou da direita, o centroavante cabeceou e errou o alvo por pouco.

A resposta veio aos 29. Henrique pegou de primeira, de fora da área, e a bola foi à esquerda da baliza de Bruno. Em arrancada de Adriano, aos 33, Felipe teve de se esticar para impedir o gol.


Na parte final do jogo, o Timão ensaiou uma pressão, enquanto o time carioca buscou contra-ataques. Mas o placar permaneceu inalterado.

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Bomba !!! Danilo ex São Paulo é o novo contratado


Foto : montagem como vai ficar a camisa do Corinthians no Danilo







Segundo o comentarista Neto da bandeirantes ,hoje no programa jogo aberto da band ,falou que o Danilo ja esta apalavrado com o Andres e é o novo camisa 10 do Corinthians .seja bem vindo
Danilo .

Corinthians x Nautico

Corinthians vai de camisa roxa hoje contra o Nautico ,tomara que de sorte.

*********

Edu apareceu no burrocrático BID, boletim informativo diário e jogará contra o Nautico ,Edu vestira a camisa de numero 32 .

**********

Dentinho retorna ao time pricipal ,tomara que faça uma boa atuação e faça gols,precisamos espantar de vez esta crise que ronda o P.J.S,acho que hoje vamos vencer e bem o Nautico (Timbu).

*********

Quanto as especulações ,a imprenssa se deleita e cada dia surgi uma novidade,não vejo a hora que o time esteja pronto,quanto a contratações só nos resta esperar e torcer para que o Andres consiga algum jogador bom.

********

O Corinthians tomou um cuidado ao promover Dodô para o elenco profissional. Chamado às pressas por Mano Menezes devido aos problemas na lateral esquerda, o jovem jogador assinou novo contrato com o clube, ampliando seu vínculo e tendo uma compensação financeira. A próxima renovação que deve acontecer é a de Elias.

O jogador foi integrado ao time profissional do Corinthians no dia 21 de julho mas ainda não foi aproveitado por Mano Menezes. Ele é presença constante nas convocações para a Seleção da categoria e nome certo para o Mundial, que acontece de 24 de outubro a 15 de novembro, na Nigéria.

*******
Que o Timão tem a maior torcida de São Paulo e do país, todos já sabiam. Mas um estudo do Futebol Finance, site de economia e finanças do futebol, apontou o Corinthians como o clube com o maior número de sócios do Estado. Segundo o levantamento, são 46.000.
No Brasil, o alvinegro do Parque São Jorge fica atrás apenas de Internacional e Grêmio, com 100.000 e 53.000 associados, respectivamente.

domingo, 2 de agosto de 2009

Corinthians 0 x 0 Avai

Corinthians para em Eduardo Martini e fica no zero com o Avaí

O Corinthians jogou bem, pressionou, criou chances, mas não saiu do 0 a 0 com o Avaí. Graças ao goleiro Eduardo Martini, que fez defesas espetaculares, o time catarinense saiu do Pacaembu com um ponto mesmo sem ter jogado bem


O time de Mano Menezes continua em fase difícil no Campeonato Brasileiro. O empate leva o Corinthians aos 25 pontos. Já o Avaí sobe para 23 e mantém uma série de seis jogos sem perder.

Contando com os retornos de Elias e Alessandro, o Corinthians exibiu um melhor jogo do que aquele mostrado no empate contra o Santo André, na quarta-feira. Bill e Souza, mesmo com menor mobilidade, souberam abrir espaços na defesa do Avaí, que entrou muito compacta.

O Corinthians jogou bem, mas não contava com a excelente atuação de Eduardo Martini. Logo nos primeiros minutos, o goleiro já mostrou que não facilitaria a vida corintiana no Pacaembu. Aos 8min, ele deu sua primeira amostra ao defender um chute a queima-roupa de Bill, depois de um rebote de Souza.

Trancado na defesa, o Avaí tinha como proposta utilizar os contra-ataques. O técnico Silas deixou o rápido Caio na frente, cuidando desse tipo de jogada. No primeiro tempo, porém, a pressão corintiana foi maior. Aos 25min, Bill recebeu belo passe de Souza, encobriu Eduardo, mas viu a bola acertar o travessão.

No segundo tempo, o panorama ficou ainda mais evidente. Um Corinthians que tinha a maior posse de bola e criava chances, contra um Avaí fechado e esperando uma brecha para matar o jogo. Para isso, Silas colocou Roberto, outro atacante rápido, no lugar do finalizador William.

Com Roberto, o Avaí quase surpreendeu e conseguiu a vitória no Pacaembu. Aos 29min, o atacante foi lançado na esquerda, invadiu a área e exigiu grande defesa de Felipe.

A partir daí, começou o show particular de Eduardo Martini. Em três minutos seguidos, ele fez três defesas espetaculares para manter o time catarinense invicto pelo sexto jogo consecutivo. No primeiro lance, Elias concluiu da pequena área e o goleiro se esticou para espalmar. Depois, Marcelinho chutou cruzado e Eduardo fez outra bela defesa.

O mais impressionante veio aos 35min. Jucilei fez cruzamento perfeito na cabeça de Souza e o goleiro voou no canto esquerdo para afastar. No fim do jogo, a sensação era de que o Corinthians poderia jogar mais um tempo inteiro que pararia no camisa 1 do Avaí, herói do time na tarde deste domingo.